sábado, 9 de março de 2013

Documento final do 3º Espaço Socializando da UJS|SP



Foto Oficial do Socializando
Itapecerica da Serra foi palco do terceiro espaço Socializando, da UJS|SP, que reuniu jovens das mais diferentes regiões do estado, dispostos a debater os desafios da realidade brasileira, em busca da plena realização dos sonhos da juventude na luta por uma sociedade mais justa.
Em meio a um mundo em crise, que aponta saídas cada vez mais atrasadas, ceifando as oportunidades dos jovens; e vivenciando uma realidade ainda nova para o Brasil, após uma década de governos progressistas, a juventude brasileira se depara com novas contradições políticas e organizativas. Conseguimos avançar em muitas pautas por nós defendidas há anos, como a destinação de 10% do PIB para a educação e a reserva de vagas nas universidades federais. No entanto, apesar dessas medidas, ainda é pequena a parcela de jovens presentes nas universidades, ainda enfrentamos cotidianamente o alto valor da passagem de ônibus, não somos vistos como jovens mulheres que necessitam de políticas específicas, convivemos com todas as formas de opressão e discriminação, e nos deparamos com uma sociedade que assassina os jovens negros como se fosse algo natural.
Orlando Silva e André Tokarski
Para além desses problemas nacionais que não se resolveram, os jovens paulistas ainda sofrem com um certo tipo de “embargo” por meio do governo estadual, que não possibilita que as ações do governo federal cheguem a São Paulo de maneira efetiva. Essa situação, muito conhecida por todos nós só será alterada a partir da organização consciente da juventude, por meio da rebeldia conseqüente que a UJS sempre defendeu. Precisamos cada vez mais entender as novas formas de organização da juventude, considerando o tema do nosso congresso passado “nas redes e nas ruas”, fazendo-se presente nas escolas, universidades, nas ruas, nos bairros, nas praças de esporte, nos teatros e cinemas, nas redes sociais, enfim, em todos os espaços para poder garantir mais avanços para os jovens e para a sociedade brasileira.
Continuaremos, cada vez mais, a levantar as justas bandeiras da juventude que sonha com um mundo mais pleno de oportunidades, que se organiza para gritar bem alto na defesa da felicidade e da vida! Entendemos que só nos organizando poderemos desorganizar o status quo, sabemos que a nossa força de mobilização que historicamente mudou o Brasil continuará nos levando a mais avanços e temos plena convicção que só dialogando com milhares de jovens, dia a dia, poderemos transformar os nossos sonhos em realidade! E para além, sabemos que a União da Juventude Socialista é a organização que reúne os jovens mais dispostos a mudar o país, com a nossa ousadia e irreverência e com muita política na ponta da língua!

Dessa maneira, as nossas pautas política seguem afinadas e dispostas nas bandeiras abaixo:


 EDUCAÇÃO
- 10% do PIB, 50% do Fundo Social do Pré-Sal e 100% dos royalties do pré-sal para a educação!
- Pela real democratização das universidades públicas estaduais! Contra o atual Programa de Inclusão por Mérito do governo do estado de São Paulo! Reserva de vagas já! 50% de vagas para estudantes de escolas públicas, com cotas raciais, por curso e por turno!
- Regulamentação do ensino superior privado! Contra a mercantilização do ensino e ao capital estrangeiro!
- Reforma urgente do Ensino Médio! Por uma educação inclusiva e transformadora.
COMUNICAÇÃO
- Contra o monopólio da mídia! Pela democratização da comunicação!
- Banda Larga para todos!
CULTURA
- 2% do PIB para Cultura!
- Meia entrada para estudantes!
- Acesso à cultura para todos!
POLÍTICAS PÚBLICAS PARA JUVENTUDE
- Pela reorganização imediata do Conselho Estadual de Juventude, de maneira democrática! Pela criação de Conselhos Municipais de Juventude em todo o estado.
- Por um Estatuto, Plano e Fundos estaduais de Juventude!
- Pela realização de um Mapa Estadual da Juventude, assim como Mapas Municipais de Juventude
RACISMO E VIOLÊNCIA
- Pelo fim do genocídio da juventude negra! Contra toda forma de discriminação!
- Pela descentralização das opções culturais e de trabalho, a fim de combater a desigualdade social e regional.
- Contra a repressão policial que criminaliza a juventude!
MULHERES
- Pelo fim da violência contra a mulher! Implementação efetiva da Lei Maria da Penha e criação de mais equipamentos que combatam a violência (Delegacias de Mulher e Casas Abrigo).
- Pela ampliação radical das vagas nas creches e criação imediata de creches nas universidades!
- Reforma Política Já! Por mais mulheres nos espaços de poder!
LGBT
- Homofobia é crime! Criminalização da homofobia já! Pelo combate da homofobia nas escolas e universidades!
- Por mais politização das Paradas do Orgulho LGBT!
- Pela unificação do movimento LGBT a nível nacional!
CIDADES
- Fim da criminalização dos movimentos sociais!
- Reforma Urbana Já! Pela desburocratização na implementação dos projetos governamentais.
- Incentivo da participação popular nos debates acerca da cidade e criação de mais mecanismos para tal.
ESPORTES
- Democratização do acesso ao esporte!
- Criação de mais estruturas e equipamentos de qualidade para prática esportiva, mais praças e parques.
- Pela real implementação do esporte de alto rendimento, promovendo-o nas escolas e universidades também.
TRABALHO
- Redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais sem redução de salário!
- Pela reformulação do ProJovem urbano!
- Pela equiparação salarial dos jovens trabalhadores, assim como maior oferta de cursos técnicos profissionalizantes. 

Um comentário:

felipe gois disse...

Gente não pude estar com vocês, mais após ler o documento final estou admirado pela conclusão do 3º Espaço Socializando !
Parabéns a todos !